radar

Apostilas / Tutoriais

  • CAD Eletrônico
  • Laboratório - MCE I
  • Manual do EWB4
  • Numeros Complexos em Eletrônica
  • Revisão Matemática para Eletrônica
  • Semicondutores - Diodos de Junção
  • Treinamento em Redes
  • Tutorial - Eagle 5.9
  • Tutorial - Proteus ISIS
  • Tutorial - Proteus ARES
  • Uso do protoboard

tangopcb

TANGO SCH, PCB e ROUTE

TANGO SCHEMATIC
- Conhecento a interface
- Prompt line e status line
- Menu principal e comandos
- Conhecendo a área de trabalho
- Processando um esquema elétrico
- Compilação
- Geração de netlist
- Criação de componentes no Tango SCH
- Criação de bibliotecas no Tango SCH
- Editando componentes e bibliotecas
- Verificação de erros (DRC)

TANGO PCB
- Menu principal e comandos
- Conhecendo a área de trabalho
- Conhecendo e configurando layers
- Desenhando a PCI
- Posicionando os componentes
- Criação de componentes no Tango PCB
- Desenvolvimento de um projeto
- Impressão e plotagem
- Verificação de erros (DRC)

TANGO ROUTE
- Preparação do layout da PCI
- Pré-roteamento
- Roteamento manual
- Roteamento automático
- Verificação de erros (DRC)
- Elaboração da arte final
- Fluxograma

download_ico

mce-I

LABORATÓRIO MCE - I

- Montagem de pontas de prova “banana – jacaré”
- Luz piloto para interruptores
- Circuitos com lâmpada neon
- Indicador de tensão da rede AC para 120V/240V com dois Leds
- Luz noturna com um único Led (Led azul em 120VAC)
- Osciladores pisca-pisca e indicador de nível d’água com CI 4093 e Leds
- Amplificador de áudio de 10W com circuito integrado TDA 2003
- Bargraph com circuito integrado LM 339
- Um microtransmissor FM utilizando componentes SMD
- Anexo I – O Protoboard
- Anexo II – A soldagem em circuitos eletrônicos
- Anexo III – As técnicas de montagem em circuitos eletrônicos
- Anexo IV – A corrosão da Placa de Circuito Impresso
- Anexo V – Custos das principais montagens

download_ico

ewb

COMO UTILIZAR O EWB4

- O que é o EWB (Electronics Workbench)
- Área de trabalho ou workspace
- Barra de seleção de componentes
- Menu de Comandos
- Instrumentos para medições e análises
- Como inserir componentes na área de trabalho
- Como interligar componentes
- Atribuição de valores aos componentes
- Como identificar componentes através de labels
- Como inserir instrumentos de medição e análise
- Simulação On-Off
- Interpretação de resultados
- Descrição do circuito na área de trabalho
- Como salvar o projeto
- Configuração de impressão
- Como mover componentes ou blocos
- Como copiar blocos e circuitos
- Como criar macros ou subcircuitos
- Como alterar componentes em um esquema
- Como definir cores para a fiação
- Simulação de defeitos - como configurar e executar
- Resumo de comandos
- Como utilizar as bibliotecas internas do programa
- Operações digitais integradas a operações analógicas
- Desenvolvendo simulações com circuitos integrados
- Uso do potenciômetro ou trimpot
- Fonte de tensão AC
- Chaves
- Relês

download_ico

ncomplex

NÚMEROS COMPLEXOS EM ELETRÔNICA

- Utilização dos números complexos em eletrônica
- O operador j
- A expressão complexa: o real e o imaginário
- Fasores e sua equivalência com a forma retangular
- Operações com números compexos: adição, subtração, multiplicação e divisão
- Magnitude e ângulo de um número complexo
- A forma retangular
- A forma polar
- Exercícios resolvidos
- Análise de circuitos RLC com números complexos
- Conversão da forma polar para a forma retangular
- Conversão da forma retangular para a forma polar
- Relações de fase
- Formulário para análise de circuitos em AC
- Associação de indutores
- Associação de capacitores
- Circuitos RC
- Circuitos LC
- Circuitos RLC
- Potência em circuitos AC
- Fator de potência
- Relação de fase entre tensão e corrente em circuitos indutivos e capacitivos

download_ico

rev_matem

R E S U M O

- Sistema Internacional de Unidades (SI)
- Unidades fundamentais, suplementares e derivadas no SI
- Regras para a representação das unidades de medida
- Sistema métrico decimal e suas características
- Prefixos métricos
- Conversões
- Potência de 10
- As quatro regras básicas para a conversão na potência de 10
- Operações aritméticas com potência de 10
- Notação científica
- Algarismos significativos; regras para arredondamento
- Noções sobre erros de medidas
- Classificação de erros de medidas
- Noções de trigonometria
- Funções trigonométricas básicas
- Teorema de Pitágoras
- Relações trigonométricas básicas
- Lei dos senos
- Lei dos co-senos
- O alfabeto grego

download_ico

semicond

SEMICONDUTORES - CONDUÇÃO NO ESTADO SÓLIDO - JUNÇÃO PN: DIODOS

- Dispositivos semicondutores
- Características do semicondutor
- Elétrons e prótons no átomo
- Condutores, isolantes e semicondutores
- Estrutura de um cristal
- Corrente intrínseca
- Dopagem de um cristal intrínseco
- Formação do cristal N
- Formação do cristal P
- Portadores majoritários e minoritários
- Junção PN - O diodo de junção
- Polarização direta da junção PN
- Polarização reversa da junção PN
- Curva característica de um diodo de junção de silício
- Aproximações do diodo
- Reta de carga do diodo
- Equação básica
- Resistência CC do diodo
- Equação típica
- Influência da temperatura
- Resistência média do diodo
- Princípios básicos da retificação
- Chaveamento eletrônico
- Retificação de meia onda
- Retificação de onda completa com ponto de neutro
- Retificação de onda completa em ponte
- Retificador simétrico de onda completa
- Exercícios propostos

download_ico

datanet

TREINAMENTO EM REDES

INTRODUÇÃO

LAN – Redes locais de computadores
MAN – Redes metropolitanas
WAN – Redes geograficamente distribuídas
Redes remotas
Redes ponto a ponto
Cliente-servidor

REDE DE COMPUTADORES – UM POUCO DE HISTÓRIA
ENIAC – O início da computação moderna
TOPOLOGIA DAS REDES
Barramento
Estrela
Anel
Híbrida

REDES LOCAIS ETHERNET
Topologia barramento ou bus
Topologia estrela

TRÁFEGO DE DADOS NAS REDES LOCAIS ETHERNET
O MODELO OSI
Camada 1 – Camada física (PHY Physical Layer)
Camada 2 – Camada de link de dados (Data Link Layer)
Camada 3 – Camada de rede (Network Layer)
Camada 4 – Camada de transporte (Transport Layer)
Camada 5 – Camada de sessão (Session Layer)
Camada 6 – Camada de apresentação (Presentation Layer)
Camada 7 – Camada de aplicação (Application Layer)

NDIS e ODI
CONTROLE DE ACESSO À MÍDIA (MAC) E CSMA/CD
Pacotes de dados nas redes Ethernet

PROTOCOLOS DE REDE E DE COMUNICAÇÃO
Ethernet
Fast Ethernet
Local Talk
Token Ring
FDDI
Camadas de rede (protocolos de comunicação)
NetBEUI
IPX / SPX
DLC /
TCP / IP

EQUIPAMENTOS PARA REDES E APLICAÇÕES

Repetidores
Gerações de HUBs
Switches
Diferença básica entre Switches e Hubs
Utilização dos Switches
Pontes (Bridges)
Roteadores (Routers)
Placas de rede (NIC – Network Interface Card)

ENDEREÇAMENTO IP
Classes de endereços
Disposição do endereço IP (decimal e binário)

MÁSCARAS DE REDE
Máscaras padrão
Finalidade e utilidade das máscaras
Máscaras complexas

DHCP – GATEWAY
DHCP
Default gateway

DNS
Sistema de consulta

REDES SEM FIO (WiFi)
Antenas para transmissão de dados
Modo Ad Hoc
Bluetooth
Funcionamento do Bluetooth
Consumo elétrico do Bluetooth
Padrões IEEE 802.11a, 802.11b e 802.11g

REDES HOME
Home PNA
HomePlug Powerline
Home RF

GIGABIT ETHERNET
1000BaseLX
1000BaseSX
1000BaseCX
1000BaseT
10 Gigabit Ethernet

PROXY E FIREWALL
Proxy
Firewall
Arquiteturas de firewall
Roteador com triagem (Screening Router)
Gateway de base dupla (Dual Homed Gateway)
Gateway host com triagem (Screened Host Gateway)
Sub-rede com triagem (Screened Subnet)
Características importantes

NAT (Netword Address Translator)
VPN
Implementação de uma VPN
Conexão a uma VPN

COMO FUNCIONA O PROTOCOLO FTP
O FTP no modo padrão
O FTP no modo passivo

download_ico

eagle

TUTORIAL EAGLE v. 5.9

- Painel de Controle (Control Panel)
- Extensões do Eagle
- Arquivos de backup
- Configurações individuais
- Interface do usuário

- Controles:
1. Pulldown menu
2. Action toolbar
3. Parameter toolbar
4. Command buttons
5. Command texts
6. Sheet thumbnails
7. Bubble help
8. User guidance
9. Always vector font

- Grids e coordenadas x, y
- Conversões de medidas
- Botões de comando
- Teclas de atalho

- Conhecendo alguns comandos e ferramentas:

1. Zoom
2. Stop
3. Text
4. Add

- Move, Rotate
- Name, Value
- Smash
-Copy
- Cut, Paste
- Mirror
- Wire, Circle, Rect, Arc, Polygon
-Mark
-Invoke
- Gateswap
- Pinswap
- Iniciando o Schematic
- Inserindo uma moldura na área de trabalho
- Posicionando os componentes no Schematic
- Comando Info
- Interligando os componentes no Schematic
- ERC e Errors no Schematic
- Iniciando o Board
- Comando / Ferramenta Ratsnest
- Roteando manualmente
- Comando / Ferramenta Show
- Comando / Ferramenta Route
- Comando / Ferramenta Ripup
- DRC e Errors no Board
- Identificando o projeto
- Comando / Ferramenta Display
- Gerando lista de materiais
- Comando Run
- Colocando furos para fixação da placa
- Ponto comum de terra (chapado ou Copper Area)
- Roteamento automático
- Comando / Ferramenta Auto
- Roteamento automático na área de cobre (chapado)
- Projeto a partir do Board
- Comando / Ferramenta Hole
- Comando / Ferramenta Signal
- Projeto: Detector de Nível Lógico
- Projeto: Gerador de Clock

- Comando / Ferramenta Label
- Impressão
- Visualização da máscara de solda
- Auto roteamento seletivo
- Comando / Ferramenta Miter
- Cam Processor – Geração de arquivos Gerber
- Gerando arquivos Gerber
- Criando arquivos de furação
- Visualização dos arquivos Gerber com o programa Viewplot
- Gerando imagem negativa do layout para impressão
- Apêndice 1 – Barramentos no Eagle
- Apêndice 2 – Criação de biblioteca de componentes

download_ico

proisis

PROTEUS ISIS - ÍNDICE REMISSIVO

-A unidade de medida Th (THOU) – p.7
-Adicionando folhas em um projeto – p.120
-Adicionando sinais (traçados) em um gráfico – p.98
-Alinhamento de labels – p.25
-Alterando cores de fundo e traçado de um gráfico – p.122
-Alterando cores de fundo e traçado do osciloscópio – p.118
-Amplificador de áudio com 1 transistor (simulação) – p.132
-Amplificador de tensão (simulação) – p.81
-Amplificador diferencial com transistores (simulação) – p.126
-Amplificador operacional (simulação) – p.115
-Análise gráfica analógica de um amplificador de tensão – p.87
-Análise gráfica digital – p.171
-Área de trabalho – Comandos e Dispositivos – p.4
-Área de trabalho – Configurações – p.5
-Arrastando blocos e componentes – p.26
-Audio Generator – gerador de áudio – utilização – p.133
-Barramentos – ligação do chip AT89C52 com o display LM020L – p.185
-Bill of Materials (lista de materiais) – p.102
-Block Copy – p.19
-Características do componente mostradas na área de trabalho – p.145
-Category (categoria) e Sub-category (sub-categoria) dos componentes – p.9
-Center At Cursor – utilidade – p.131
-Circuito com duas fontes de alimentação (simulação) – p.62
-Circuito Schmitt-Trigger (simulação) – p.160
-Circuitos com relês (simulação) – p.105
-Configurações do gerador de clock – p.152
-Configurando o Gerador DC – p.64
-Configurando o gerador de sinais (SIGNAL GENERATOR) – p.161
-Configurando o gerador DSTATE – p.143
-Configurando o gerador PWLIN – p.114
-Configurando o voltímetro e o amperímetro – p.66
-Configurando os parâmetros de um gráfico – p.97
-Configurando os recursos de animação – p.80
-Contador programável (simulação) – p.166
-Contador síncrono módulo 16 (simulação) – p.147
-Construindo formas de onda em um gerador PWLIN – p.115
-Conversor analógico-digital (simulação com o CI ADC0808) – p.156
-Conversor digital-analógico (simulação) – p.153
-Corrigindo polaridades de componentes – p.43
-COUNTER TIMER – contador temporizador – p.174
-Criando um cabeçalho para identificação do projeto – p.47
-Criando uma moldura para a área de trabalho – p.163
-Datasheet no Proteus ISIS – p. 158
-DC SWEEP – análise DC de um circuito – p.136
-DCLOCK – gerador digital – p.170
-Debbuging Tools - Logic Toggle – p.148
-Debugging Tools - Logic State – p.148
-Design Explorer – utilidade e forma de interpretação – p.130
-DPATTERN – gerador de trem de pulsos – p.180
-DPULSE (gerador de pulsos) – p.106
-DSTATE – gerador digital – p.141
-Edição de componentes – propriedades dos componentes – p.21
-Editando as propriedades de um gráfico – p.96
-Electrical Rule Check (checagem das regras de ligações elétricas) – p.57
-EXP – gerador de curva exponencial – p.192
-Fonte de alimentação regulável com o CI LM317 (simulação) – p.68
-Generator Mode (ícone de acesso aos geradores) – p.63
-Gerador de clock com CI 555 (simulação) – p.34
-Gerador de onda de dente de serra (simulação) – p.92
-Graph Mode (modo de gráfico) – p.88
-Grids – p.5
-Iniciando o Proteus ISIS – p.1
-Inserção de componentes na área de trabalho – p.18
-Inserção do GND e do VCC – p.39
-Inserindo informações no cabeçalho de identificação – p.49
-Inserindo o logotipo ISIS na área de trabalho – p.164
-Inserindo um gráfico na área de trabalho – p.88
-Interação do potenciômetro animado no circuito – p.41
-Interpretando o Physical Partlist View – p.44
-Interpretando os indicadores de polaridade de tensão – p.46
-Junction Dot Mode – utilidade – p. 148
-Ligando componentes – p.29
-Ligando componentes em 90 graus – p.31
-Ligando componentes na diagonal – p.31
-Mark Output Area (seleção de área para cópia ou impressão) – p.109
-Modificando os estilos da borda da área de trabalho e do logotipo ISIS – p.165
-Mudança de estilo do cursor – p.7
-Multivibrador Astável (simulação) – p.8
-Netlist (listagem dos nós ou nets) – p.58
-O uso do Show in Design Explorer – p.44
-Outra forma de inserção de componentes na área de trabalho – p.22
-Parts Bin - visão geral (Overview de Parts Bin) – p.4
-Potenciômetro animado – p.38
-Propriedades e configuração do gerador de pulsos – DPULSE – p.106
-Proteus ISIS – Samples – p.3
-PWLIN – explorando os recursos do gerador PWLIN – p.113
-Reajustando o Snap Grid – p.26
-Recursos de animação (Animation Options) – p.79
-Redimensionando um gráfico na área de trabalho – p.91
-Rodando o simulador – p.33
-Rotacionando (girando componentes) – p.18
-Salvando um projeto – p.17
-Selecionando componentes – p.9
-Selection Mode (modo de seleção) – p.20
-Sequenciador de 10 leds (simulação) – p.51
-Sheet Size (tamanho da folha) – p.8
-Simulando um gráfico – p.89
-Snap – p.6
-Text Script Mode – inserção de um texto na área de trabalho – p.71
-Usando o osciloscópio – 84
-Utilização da ferramenta ZOOM – p.28
-VDR (simulação) – p.110
-Verificando as atividades de simulação – p.99
-Verificando o net ou “nó” – p.60
-Virtual Instruments Mode (ícone de acesso aos instrumentos) – p.63
-Visão geral – p.2
-Voltage Probe Mode – pontas de prova – p.76
-Wire Label Mode – uso e aplicação – p.128

download_ico

proares

PROTEUS ARES - ÍNDICE REMISSIVO

-Alterando a largura das trilhas de uma “net” – p.121
-Alterando o posicionamento dos labels – p.62
-Área de chapado – p.15
-Arquivos CADCAM gerados e compactados – p.30
-Arrastando e reposicionando componentes – p.11
-Artwork Mode – p.164
-Atribuindo um package para leds – p.3
-Auto Tracking Neck – p.154
-Auto-router (ícone) – p.43
-Biblioteca USERPKG – p.89
-Bill of Materials (ícone) – p. 6
-Boundary, Relief e Clarence – p.145
-Categorias e subcategorias no Pick Packages – p.106
-Comando UNDO (ícone) – p.118
-Compactação de arquivos Gerber – p.65
-Component Mode – p.37, 67
-Component Mode (ícone) – p.8, 56
-Conexão de PADS de furação com o GND – p.75
-Connectivity Errors – p.40
-Connectivity Highlight Mode – p.74
-Connectivity Highlight Mode (ícone) – p.18
-Connectivity Rules Checker (ícone) – p.44
-Construção de uma placa de CI a partir do Proteus ARES – p.103
-Contorno ou borda da placa de CI com o layer Board Edge – p.14
-Conversão de th para mm (Thou para milímetros) – p. 30
-Criação de componente – chave de toque – p.167
-Criação de um componente multigate heterogêneo – p.199
-Criação de um componente multigate homogêneo – p.212
-Criação de uma EEprom AT24C128 – p.186
-Criando um jumper – p.128
-Criando um PCB Package – p.172
-Decompose – p.175
-Definindo ponto de origem na criação de componente – p.170
-Design Explorer (ícone) – p.6, 35
-Design Rule Manager – p.42
-Device Pins Mode (ícone) 213
-Dimensões da placa de CI – p.30
-Edit Layers Colours/Visibility – Gerber Viewer – p.157
-Editando PCB Packages – p.111
-Editando um pad – p.135
-Editando um traçado – p.117
-Editando Zone Mode – p.21
-Electrical Rules Check – p.35
-Escolha do Snap Grid – p. 8
-Estilos e visualização do grid – p.9
-Excluindo componentes da simulação no Proteus ISIS – p.83
-Excluindo componentes do layout do Proteus ARES – p.85
-Ferramenta 2D Graphics Box Mode – p.187
-Ferramenta 2D Graphics Circle Mode (ícone) – p.88
-Ferramenta 2D Graphics Markers Mode – p.140
-Ferramenta 2D Graphics Mode (ícone) – p.14
-Ferramenta Device Pins Mode – p.188
-Ferramenta Dimension Mode – p.140
-Ferramenta Graphics Markers Mode – p.188
-Ferramenta Mitre – p.44
-Generate Gerber/Excellon Files (ícone) – p.53
-Gerando arquivos Gerber no projeto Vagalume Biônico – p.26
-Gerber Viewer – p.159
-Identificando PCB Packages – p.111
-Identificando uma placa de CI com 2D Graphics Text Mode – p.23
-Imprimindo um projeto – p.32
-Iniciando o roteamento manual – p.19
-Inserção de furos de fixação – p.38
-Inserção de um ponto de origem – p.87
-Layer Keepout – p.155
-Layer no Proteus ARES – p. 10
-Layer Selector (ícone) – p.10, 40
-Layer selector blind-top e blind-bottom – p.128,130
-Layer selector buried – p.128,131
-Make Device – p.180
-Mitre e Unmitre – p.45, 46
-Modificando a largura de um traçado – p.117
-Modificando e alterando as configurações de um PAD – p.86
-Mudança do estilo do cursor – p.12
-Netlist Errors – p.36
-Ocultando a área de seleção de objetos ou componentes – p.108
-Package Mode – p.67
-Package Mode (ícone) – p.57
-Packaging Tool – p.207
-Padrão (default) para roteamento automático – p.96
-Pads – p.134
-Padstack Mode – p.135
-Personalizando a cor da área de chapado – p.144
-Personalizando Selection Filter – p.149
-Physical Part List View – p.35
-Placa de CI de um amplificador de tensão – p.33
-Placa de CI de um gerador de clock com o 555 – p.55
-Placa de CI de um multivibrador astável – p.1
-Placa de CI de um sequenciador de 10 leds – p.83
-Placa de CI de uma fonte de alimentação com LM317 – p.66
-Ponto de origem falso (Toggle False Origin) – p. 31
-Posicionando componentes no layer Top Silk – p. 10
-Pre-Production Checker – 79
-Pré-requisitos recomendados para o Proteus ARES – p.1
-Print Layout – p.81, 162
-Ratsnest Mode – p.113
-Reposicionando labels – p.13
-Roteamento automático (Auto-Router) – p.41
-Roteamento automático com área de chapado – p.47
-Roteamento manual no layer Copper Bottom – p.15
-Round Through-hole Pad Mode (ícone) – p.38
-Round Through-hole Pad Mode (ícone) – p.86
-Salvando um projeto com a extensão .LYT – p.24
-Selection Filter (filtro de seleção) – p.148
-Set Output Area – p.166
-Teclas de atalho para o grid e snap grid – p. 10
-Trace Angle Lock – p. 153
-Trace Angle Lock, Auto Tracking Neck – p.152
-Track Mode (ícone) – p.19, 115
-Track Selection Mode – p.151
-Unidades de medidas utilizadas no Proteus ISIS e ARES – p.6
-VIA – p.59
-Via Mode (ícone) – p.126
-Vias e layers (multilayers) – p.125
-View Electrical Report (ícone) – p.7
-Visualização 3D de um package – p.90
-Visualização em 3D – p.25
-Visualizando os layers com o Edit Layer Colours/Visibility – p.28
-Visualizando um arquivo CADCAM Drill em .txt – p.54
-Zone Mode – p.15
-Zone Mode – p.72
-Zone Mode, explorando mais recursos – p.142

download_ico

protobrd

Placa de ensaio ou matriz de contato, (ou protoboard, ou breadboard em inglês) é uma placa com furos e conexões condutoras para montagem de circuitos elétricos experimentais.
 
A grande vantagem do protoboard na montagem de circuitos eletrônicos é a facilidade de inserção de componentes, por não haver a necessidade de soldagem.

As placas variam de 170 furos até 3000 furos (ou mais, dependendo do modelo), tendo conexões verticais e horizontais.

download_ico

home_ico